Clique-para-ampliar
Empreendedorismo é incentivado entre estudantes
Clique-para-ampliar
O jovem Moisés Nunes da Silva, de 18 anos, está no 2º ano do ensino médio da E.E.B. Dom Joaquim, em Braço do Norte. Ele estuda de manhã e a tarde trabalha em uma metalúrgica. Apesar da pouca idade, o braçonortense já pensa no futuro e pretende ser um empreendedor. Assim, para despertar, estimular e orientar o desenvolvimento desse espírito empreendedor e da cultura associativista junto dos estudantes do ensino médio foi desenvolvido o programa Geração Empreendedora.

Promovido pela Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina (Facisc), o programa orientou este ano, cerca de 600 estudantes de escolas públicas e privadas de 21 municípios catarinenses. Na região, Braço do Norte, por meio da Associação Empresarial do Vale de Braço do Norte (Acivale), aderiu ao projeto, e selecionou 30 estudantes do 2° ano do ensino médio das escolas E.E.B. Dom Joaquim e a E.E.B. Conego Nicolau Gesing. Após receber a capacitação, ontem, os estudantes receberam o certificado de conclusão do curso durante a cerimônia de formatura, no auditório da Unisul, em Braço do Norte.

O grupo passou por três etapas: capacitação com professores em sala de aula que desenvolveram o tema empreendedorismo; etapa Mentor Team, onde dez alunos tiveram a oportunidade de passar o dia com um empresário da região e a formatura. Moisés foi um dos selecionados e teve a oportunidade de conhecer a rotina da Inmes Industrial, que atua na produção de máquinas e equipamentos para a indústria de móveis e quadros. “Aprendi muito com o curso. Visitei a empresa e vi como funciona o controle, entrada e saída das peças. Meu sonho é um dia ter minha própria metalúrgica”, relata o estudante.


Empreendedorismo poderá ser estudado nas escolas de BN

O prefeito Roberto Kuerten Marcelino prestigiou o evento e ressaltou a economia diversificada da Capital do Vale que segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), é o município que mais gerou emprego nos últimos meses. De acordo com o prefeito, a meta é incluir o tema empreendedorismo na grade curricular da rede municipal de ensino. “Braço do Norte é uma cidade empreendedora que combate a crise criando oportunidades. Nossa intenção é incentivar os jovens a planejar e contribuir com o desenvolvimento da economia local desde cedo”, enfatiza.

A empresária Nevanir Schultz foi uma das multiplicadoras da primeira edição do programa. Para ela, a experiência é de grande importância e deve ser propagada a todos os jovens. “Foi incrível poder compartilhar conhecimento e também aprendemos muito com os estudantes. Nossa ideia foi trabalhar a liderança, o associativismo e como prospectar o futuro. E foi nítida a mudança de visão que tiveram”, relata.

De acordo com o presidente da Acivale Roberto Michels, essa proximidade da comunidade com os empreendedores é de extrema importância para os municípios. “O Vale de Braço do Norte é uma região empreendedora e esse programa vem de encontro com essa vocação local. Queremos incentivar a nova geração a dar continuidade aos negócios e ao desenvolvimento da região”, ressalta.