Clique-para-ampliar
DEL de Braço do Norte é case em fórum internacional
Clique-para-ampliar
O programa de Desenvolvimento Econômico Local (DEL) de Braço do Norte tem sido referência em Santa Catarina. No entanto, suas boas práticas também têm chamado a atenção de gestores e entidades além das fronteiras do Estado. A Capital do Vale é uma das pioneiras na implantação do projeto desenvolvido pela Facisc, que prevê ações de desenvolvimento do município a médio e longo prazo. Por meio das câmaras técnicas e do conselho deliberativo, a cidade recebe melhorias constantes nos últimos meses e já vivencia os primeiros resultados do programa.
Para compartilhar o exemplo de desenvolvimento do DEL, representantes da Acivale – uma das fomentadoras do programa - participam nesta quarta e quinta-feira (22 e 23), do 1º Fórum Internacional Pro Município, em Araxá, em Minas Gerais. O evento é destinado ao debate de assuntos pertinentes ao desenvolvimento econômico sustentável e, contará com a presença de palestrantes renomados do cenário nacional e internacional.


Conecta Mais
O Fórum ocorre durante o 20º Congresso das Associações Comerciais e Empresariais de Minas Gerais que também promove o 1º Encontro “Conexão Startup Federaminas” e Hackathon Health Business durante o evento "Conecta Mais Federaminas". O objetivo principal é criar relacionamento, com foco em estimular a geração de negócios entre empresários das Associações Comerciais e Empresariais (ACEs) e startups. Lideranças e empresários de todo o país participam do encontro de negócios sustentáveis com valorização do associativismo e o crescimento econômico dos municípios.


DEL em BN
Para o presidente da Acivale e conselheiro do DEL, Roberto Michels, o programa é de fundamental importância e dá visibilidade ao município. “O DEL de Braço do Norte é referência para outras cidades e isso se deve a união de forças entre as entidades e o poder público que aceitou o desafio. Essa visibilidade também reforça o compromisso de avançarmos cada vez mais para contribuir com a qualidade de vida da população”, afirma.
O programa conta a participação da administração municipal em parceria com 15 entidades que representam a sociedade civil que se uniram para buscar novas políticas de desenvolvimento econômico no município. O DEL é formado por um Conselho de Desenvolvimento, composto por 30 membros, indicados pelas respectivas entidades representativas. Também conta com oito Câmaras Técnicas, formada por especialistas de diversas áreas. São mais de 100 voluntários envolvidos. O DEL de Braço do Norte tem como meta apresentar 50 projetos de melhorias para a cidade até 2036. Desses, 24 já estão estruturados, 16 foram aprovados, 12 estão em execução e quatro já finalizados.