Clique-para-ampliar
Voz Única é entregue aos candidatos do Sul e Extremo Sul
Clique-para-ampliar
A Facisc entregou o documento Voz Única em Criciúma, nesta quinta-feira (13), para cerca de 20 candidatos a senador, deputados federais e estaduais.
Recepcionados pelo presidente da Associação Empresarial de Criciúma (Acic), Moacir Dagostin e pelos vice-presidentes das regionais Sul e Extremo Sul, Samuel Ramos de Lima, e Extremo Sul, os candidatos receberam o documento Voz Única, que possui 44 páginas e traz um resumo das opiniões de 80 mil empresários filiados às entidades que fazem parte da federação.

Entre os candidatos presentes estiveram nove candidatos a deputado federal, nove a deputado estadual, e o candidato ao senado, Lucas Esmeraldino.
O presidente da Federação, Jonny Zulauf ressaltou a pergunta que a cartilha responde: O que SC precisa?. “Levantamos junto as nossas associações empresariais e cerca de 80 mil empresários as principais necessidades catarinenses voltadas ao desenvolvimento sustentável, e entrega aos candidatos para que possamos juntos sim fazer um estado melhor para se viver”.

A Facisc apurou 702 demandas dos empresários, nos setores de infraestrutura, gestão pública, questões tributárias, segurança, educação, saúde, entre outros. “O documento apresenta os pleitos em cada área, e quais setores são mais preocupantes na visão dos empresários”, destaca Zulauf.

A infraestrutura é um dos maiores destaques. Para o presidente da Acivale, Roberto Michels, que também participou do encontro, o programa é um facilitador do entendimento do que cada região de Santa Catarina necessita, do ponto de vista da classe produtiva, para promoção do desenvolvimento socioeconômico catarinense. “A infraestrutura é a base para o desenvolvimento de todos os setores, como o turismo, comércio e indústria. Queremos mostrar a importância dessa união de forças em prol do crescimento regional aos nossos candidatos”, afirma.


Pedidos de melhorias

Foram 331 pedidos feitos de melhorias na área, com foco nas rodovias que cruzam Santa Catarina. O segundo maior destaque é a gestão pública. Ao todo, foram apontadas 95 demandas nesse setor, com foco principalmente em políticas públicas e gestão da máquina do governo. No terceiro e no quarto lugar aparecem questões tributárias e a segurança pública, respectivamente.
O presidente do Cejesc, Antônio Carlos Guimarães Neto, apresentou entre as principais demandas dos jovens empreendedores, a simplificação do processo de abertura de empresas, o estímulo ao empreendedorismo através da criação de incubadoras e a capacitação empreendedora.


Prioridades do Sul

As associações empresariais de Braço do Norte, Capivari de Baixo, Garopaba, Gravatal, Imbituba, Jaguaruna, Laguna, Pedras Grandes, Rio Fortuna e Tubarão apresentaram ao todo 70 pleitos. A infraestrutura continua sendo o carro-chefe, com mais de 65% das solicitações.
As associações destacaram entre os 70 itens, as cinco prioridades de extrema urgência:
  1. Construir a Ferrovia Litorânea.
  2. Ampliar a pista e construir o terminal de cargas do Aeroporto Regional.
  3. Pavimentar a Serra do Corvo Branco.
  4. Adequar e recuperar a SC-370 trecho Tubarão x Rio Fortuna x São Ludgero.
  5. Ampliar o efetivo e os investimentos em equipamentos para Polícias Civil e Militar.