Clique-para-ampliar
ACIVALE manifesta-se contra aumento do Fundo Eleitoral
Clique-para-ampliar
Nota de Repúdio
 
A Associação Empresarial do Vale de Braço do Norte (ACIVALE) vem à público manifestar com veemência seu repúdio à ação do Congresso Nacional, que aprovou o aumento da verba para o fundo eleitoral para o ano que vem, de cerca de R$ 2 bilhões para mais de R$ 5,7 bilhões.

Os recursos do fundo, que são públicos, são divididos entre os partidos políticos para financiar as campanhas eleitorais. De acordo com o texto, a verba do fundo será vinculada ao orçamento do Tribunal Superior Eleitoral, prevendo 25% da soma dos orçamentos de 2021 e 2022.

Para a ACIVALE, essa é uma decisão insensata. Viu-se que os parlamentares ignoraram que o país está em meio a uma pandemia agravada por uma crise social e econômica com mais de 14 milhões de desempregados, outros milhões de subempregados e uma extensa faixa da população vivendo abaixo da linha da pobreza.

Enquanto isso, na mesma Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) aprovada, que indica as políticas públicas e respectivas prioridades para o exercício seguinte, no caso 2022, houve redução do orçamento para a saúde e para as universidades, além da previsão de um salário mínimo com aumento abaixo da inflação.

O aumento dos recursos do Fundo Eleitoral aprovado no âmbito do orçamento geral da União para 2022 precisa ser urgentemente revisto e revogado. Essa decisão agride o senso de justiça e revolta a sociedade brasileira em face da insensibilidade da classe política. Os legítimos interesses nacionais foram, nesse caso, vergonhosamente subordinados aos interesses partidários e eleitorais.

Entre tantas emergências e prioridades que pairam sobre a vida nacional, em um momento que milhares de famílias choram pela morte de mais de 540 mil brasileiros pela Covid-19, os parlamentares que aprovaram esse dispensável e execrável aumento dos recursos do Fundo Eleitoral prestam um desserviço ao país, pois levam milhares de cidadãos a descrer de valores essenciais, como a democracia, o papel do parlamento e a justiça social.
 
A sociedade espera que esse erro seja reparado.
 
Braço do Norte, 16 de julho de 2021.