Clique-para-ampliar
Membros do DEL entregam pleitos aos candidatos da Cerbranorte
Clique-para-ampliar
O Conselho Deliberativo e Consultivo do Programa de Desenvolvimento Econômico Local (DEL) de Braço do Norte entregou um ofício com dez reivindicações das entidades que compõem o conselho para os candidatos que concorrem a Cerbranorte Geração e Cerbranorte Distribuição.

A entrega ocorreu durante reunião do DEL realizada no auditório da Unisul, na noite desta quinta-feira (30). A abertura foi feita pelo prefeito Beto Kuerten Marcelino, que é presidente de honra do DEL.

No encontro foi feita a apresentação do programa, que atualmente, conta com seis câmaras técnicas, formadas por profissionais voluntários distribuídos por assunto. O programa também conta com Conselho de caráter consultivo e deliberativo formado por 30 membros voluntários de 20 entidades de setores distintos. São mais de 100 voluntários envolvidos no DEL.

Em seguida, os candidatos tiveram o tempo de cinco minutos para apresentar suas propostas. Todas as chapas foram convidadas, porém, a chapa 3 não compareceu ao encontro. Por meio de sorteio foi definido a ordem das falas, que iniciaria pela Chapa 3. Os representantes não estavam presentes e a abertura da fala iniciou pelo segundo sorteado: Chapa 1, com os candidatos Evandro Ascari (Geração) e Lauro Boeing (Distribuição).

A Chapa 2 foi representada pelos candidatos Mayco Nieuhes (Distribuição) e Valneide Exterkoetter (Geração). Também teve a oportunidade de se apresentar o candidato Alexssander da Cunha, da Chapa 4.

Reivindicações

Após as apresentações dos candidatos, o presidente da ACIVALE e conselheiro do DEL agradeceu a participação dos candidatos e junto com os demais integrantes foi feita a entrega do ofício com algumas reivindicações levantadas pelas entidades que compõem o programa. A eleição da cooperativa de energia elétrica ocorre neste sábado (2).

Veja os pleitos entregues

Pleito 1 - Estruturar uma Gestão Profissionalizada, buscando Gestor com habilidades Técnico Gerenciais no setor de Energia Elétrica;
Pleito 2 - Enxugar o Corpo Diretivo das Cooperativas de forma a Reduzir os Custos Administrativos;
Pleito 3 - Voto Secreto nas Assembleias, visando maior Credibilidade ao processo;
Pleito 4 - Criar Canal de Transparência, Informação e Prestação de Contas;
Pleito 5 - Aumentar os investimentos com foco em Energia Renováveis;
Pleito 6 - Elaborar um Plano para Redução do Custo de Energia para os consumidores Associados;
Pleito 7 - Criar um conselho Deliberativo formado por representantes das Entidades com autonomia para aprovar e sugerir projetos e investimentos;
Pleito 8 - Integração das Unidades Consumidoras com a Rede Rural de Segurança (Programa Institucional da PMSC), visando facilitar o tráfego de informação para prevenção e repressão de crimes;
Pleito 9 - Aumentar o percentual estatutário do Fundo de Reserva destinado às ações Sociais/Educacionais;
Pleito 10 - Visando mitigar a interferência política nas Cooperativas, alterar Estatuto Social para que candidatos a Presidente e Vice não tenham filiação política a no mínimo 12 meses anteriores à inscrição das chapas.